‘Professor dos Professores’
Página Inicial || Sobre este Site || Materiais de Estudo || Contato || Doações || Pedidos de Materiais
Preparando a Fundação || Desaprendendo o Mundo || Transferência do Treinamento

Questionando Suposições

P: Você mencionou que nós devemos questionar todas as suposições. O que usamos no nosso questionamento? Com o que comparamos nossas suposições?

Deixe-me dar um exemplo de como eu acho que você pode me mostrar onde eu quero trabalhar. Vou questionar minha suposição que eu posso questionar minhas suposições:

Eu “suponho” que questionar minhas suposições significa que eu deveria não decidir se estou certo ou errado em relação a uma suposição, então eu deveria apenas deixar pra lá de qualquer forma. Mas já que não posso supor que minhas suposições estão corretas, não posso supor que questionar minhas suposições significa muito. Além do mais, já que não posso supor que eu sei a diferença entre certo e errado, ou até meso supor que tal diferença exista, possivelmente eu não poderia julgar a exatidão das minhas suposições.

Então o que devo fazer em relação a isso? Me tornar uma pessoa “flutuante”? Me liberar de todas as minhas suposições? Para mim isso significaria dissociar de todas as opiniões, que eu vejo que isso segue o Curso, mas eu fracassaria em ser produtivo na minha área de conforto: sociedade. Meu raciocínio para isso é devido ao meu amor a lógica do ego, eu não terei uma resposta para nada que qualquer um me pergunte. Eu fracassaria em ser capaz de prover para mim mesmo e outros, monetariamente falando. Eu teria que responder questões como “Como você vai pagar o débito do seu cartão de crédito?” com respostas como “Ah, eu tenho um débito?” Logo eu seria empurrado para fora daquela zona de conforto e teria que me tornar um ermitão. Então a pergunta se torna, é este tipo de comportamento que finalmente libertará minha mente, ou estou falhando em ouvir o que você está dizendo, usando meu ego para interpretar isso?

Agradeço por me ajudar - o verdadeiro eu, quem quer que seja isso. Eu suponho que é o meu ego que quer ser “iluminado” - que meu ego quer perseguir isso porque é uma diversão legal do plano de Deus. A própria lógica do ego me diria que iluminação é o suicídio do ego, mas já que isto significa um conquista acima de outras pessoas neste planeta que não parecem ser iluminadas, ele continua indo.

R: Amado Milagre

Agradeço seu inquérito investigativo. Útil é utilizar o Espírito Santo somente para desvendar, expor e liberar suposições. O Espírito Santo revelará a impossibilidade de comparação ou inteiramente de julgamento, e isto é a Expiação.

Conforme se treina a mente (no período deste processo) com o Espírito Santo, o Espírito Santo parecerá julgar, nos Direcionando muito diretamente (com alertas e instruções) contanto que se acredite em específicos e situações. Seus sentimentos são o único correto no uso do julgamento no Despertar, e sentimentos de paz e alegria e felicidade são o barômetro que permite a você saber que você está seguindo a Orientação Divina.

O ego é o aspecto questionador da mente, mas inicialmente apontando questões nas suposições ou crenças em vez do cosmos projetado que é uma forma útil de dissolver as questões.

Deixe o Espírito Santo inspirar suas perguntas. À medida que as suposições do ego se dissolvem tudo flui tranqüilamente na mente e ela começa a se dar conta que não há nenhum mundo objetivo fora de sua mente. O mundo do ego era subjetivo e baseado nas suposições mantidas pela mente. Em baixo de todas as opiniões e conclusões e suposições e crenças está o verdadeiro Estado da Mente produtiva: o Silêncio Divino do Ser. Esta produtividade é Criação, o Estado do Espírito estendendo para todo o sempre. Esta produtividade não tem nada a ver com o conceito do ego de “sociedade”.

A aproximação em direção à lembrança da Criação Divina inclui dar ou ceder para Divina Providência, vendo que cada símbolo é oferecido livremente ao Espírito Santo.

Isto realmente envolve o pensamento de literalmente ser incapaz “...de prover para mim mesmo e outros, monetariamente falando.” Isto coloca toda a confiança no Espírito Santo para a sua provisão de cada necessidade aparente, como o ar, comida, água, moradia, transporte, palavras, aparelhos de comunicação, etc. Necessariamente isto não significa que você se identificará com um “ermitão”, mas significa que você reconhecerá que você está provido Divinamente em todas as circunstâncias aparentes. Este pensamento com o Espírito Santo, finalmente libertará a mente de sua prisão imaginária.

O comportamento só flui do pensamento como o pensamento flui da crença, então é com a crença e o pensamento que o Espírito Santo trabalha. Você pode considerar o comportamento como um subproduto do pensamento, e é por isto que a Correção nunca é no nível aparente da forma. Pense com Deus e seja Feliz é o objetivo do seu trabalho com o Espírito Santo. Cristo é uma Idéia na Mente de Deus.

Ao acompanhar o Espírito Santo você ganhará a Certeza alinhando-se com o Propósito do Espírito Santo e não fazendo nenhum exceção ou suposição. Iluminação é a consciência que somente o Amor é real. Cristo é a Certeza da Identidade em Deus porque Cristo é a Criança da Identidade de Deus. Toda a Glória para o Espírito Único!

Amor & Alegria



Página Inicial || Sobre este Site || Materiais de Estudo || Contato || Doações || Pedidos de Materiais

Teacher of Teachers in English

Sinta-se à vontade para compartilhar as idéias oferecidas aqui.Se você gostaria de participar distribuindo estes materiais,
entre em contato conosco.Nós adoraríamos te ouvir.